João Alves pegou gosto pelo ofício de ceramista com a mãe, que fazia potes e moringas de argila. Depois aprendeu com D. Maria Assunção a retratar o cotidiano simples e encantador do povo do norte de Minas. Começou, ainda pequeno, a vender suas peças na grande feira que acontece aos sábados na Praça da Liberdade de Taiobeiras. Hoje os ofícios e histórias que se reúnem ali encontram-se retratados em suas obras. As peças coloridas representam cenas nas quais homens e mulheres realizam suas atividades cotidianas: cuidar dos filhos, amamentar, descascar milho ou alho, socar o milho no pilão, alimentar as galinhas, levá-las para as feiras junto com os ovos, costurar, cozinhar, rezar e até modelar a cerâmica (como numa reflexão do artista a respeito do próprio ofício). João Alves é ceramista reconhecido, possuindo obras em acervos importantes do país e tendo conquistado o 4º lugar no prêmio da Unesco para a América Latina e Caribe em 2005.

Tamanho: 26 x 37 x 19 cm.

Preço: R$ 800,00.

Mais Informações